O potencial uso de Inteligência Artificial nas empresas Por Renato Monteiro, Diretor de Tecnologia

Estamos rodeados por diversos termos tecnológicos dentro e fora do ambiente corporativo que, assim como grande parte das tecnologias desenvolvidas desde o início da história, foram criadas com para facilitar a vida dos seres humanos. Cloud, Big Data, RPA, Inteligência Artificial (IA) - atualmente, as empresas têm implementado estas tecnologias para multiplicar as capacidades humanas e otimizar processos.

Antes de nos aprofundarmos, precisamos entender termos como IA e Machine Learning e como essas duas palavras se relacionam.

Enquanto IA é o termo mais amplo da tecnologia, engloba um conjunto de ações e mecanismos com o objetivo de reproduzir capacidades da mente humana e proporcionar com que máquinas executem tarefas autonomamente (sem a intervenção humana). O Machine Learning é uma aplicação muito difundida da IA em que a máquina aprende e evolui automaticamente através de dados e exposição de experiências sem ter sido previamente programada

Exemplo, ao comprar um novo par de sapatos, usualmente a pessoa compra também um novo par de meias; a máquina entende então que ao comprar o item A, o consumidor pode estar interessado em comprar o item B. Oferecendo esta opção proativamente, acredita-se inclusive que grande parte do crescimento de gigantes como Amazon, seja devido a estas técnicas de IA.

Estas tecnologias foram desenvolvidas para que o computador consiga “imitar” nossas capacidades de aprendizado, raciocínio lógico, percepção de ambiente, entre outras. O que é chamado frequentemente de Inteligência Artificial representa todo o processo de tomada de decisão de uma máquina, baseado em dados, sendo assim, com muito mais informações do que qualquer humano normal é capaz de armazenar.

Estes mecanismos podem, por exemplo, fazer com que uma máquina tenha a capacidade de lidar de forma autônoma coordenando diversas tarefas simultâneas, que até então seriam feitas por uma pessoa. Além disso, também são uma peça importante em diversos setores da economia, como no ramo automotivo, com interfaces inseridas em um veículo que interagem com o próprio dono, no ramo financeiro, analisando dados buscando indicativos de eventuais golpes em tempo real.

Sem muita percepção do público em geral, IA estão presentes em uma simples compra online como no exemplo da compra de um par de sapatos mencionada anteriormente, pois recebemos recomendações de produtos com base no histórico de buscas, costumes e até gostos de diversas formas, seja uma recomendação por e-mail, um pop-up ou uma barra de publicidade no meio da navegação pela internet.

Logo, mesmo que gradativamente, estas ferramentas terão impactos crescentes nas empresas brasileiras. A demanda por soluções fará com que as empresas contratem e desenvolvam profissionais especializados na área. Assim, as competências ligadas à essas tecnologias passam a ser cada vez mais essenciais para o mercado de trabalho, capacidades que serão as habilidades mais solicitadas do futuro à medida que a tecnologia avança e se torna dependente destes recursos.

Além disso, durante o período da pandemia, foi possível concluir que tecnologias antes desenvolvidas em anos, vêm sendo desenvolvidas e implementadas em questão de semanas, o que pode auxiliar no progresso do uso de inteligência artificial, seja em tarefas caseiras, ou em processos de linhas de produção nas fábricas.

Trazendo para a realidade da Mars, as novas tecnologias nos possibilitaram redirecionar associados de tarefas braçais e repetitivas, para rotinas de trabalho de inteligência, aprendizado e foco no consumidor.

Utilizamos alguns destes recursos com a produção de Skittles® feita nos EUA, com IA é possível calcular automaticamente a quantidade Skittles® e a porcentagem de cada cor na amostra geral da mistura, buscando a uniformidade das cinco cores e sabores dos confeitos presentes em cada pacote. Um processo que antigamente, era feito manualmente e por amostragem, com baixa exatidão e alto esforço de um Associado, em uma tarefa extremamente repetitiva.

Todas as inovações em tecnologia feitas e que ainda virão para a Mars fazem parte da decisão de colocar nossos princípios em ação: Qualidade, Eficiência, Mutualidade, além de proporcionar um sorriso em cada um de nossos consumidores, é o que nos move.